CYPECAD. Muros de tensão plana

Solicite proposta de fornecimento dos programas de CYPE

Vigas de betão

Entrada de dados

Com o módulo Vigas de betão pode introduzir e dimensionar os seguintes tipos de vigas de betão:

CYPECAD. Tipos de vigas de betão

  • Vigas de secção rectangular
    Rasas, altas (alta, invertida ou ambos os casos), altas com camada de compressão colaborante, e abaixo da laje.

  • Vigas em “L” e em “T”
    Rasas (com abobadilha rebaixada), e altas (altas e invertidas com o banzo com espessura igual ou superior que a da laje).

  • Vigas armadas em treliça
    Rasas de secção transversal rectangular, em “L” e em “T”; e vigas altas de secção transversal rectangular.

  • Vigas pré-esforçadas
    Rasas e altas com secção transversal rectangular, em “L” e em “T”.

  • Vigas com vinculação exterior (viga com rigidez infinita)
    Com deslocamento e rotação permitida, com deslocamento impedido e rotação permitida e com deslocamento e rotação impedida.

  • Lintel não estrutural ou limite (viga com rigidez nula).

CYPECAD também dimensiona vigas metálicas e mistas (com conectores à laje) e vigas de fundação, embora para isso é necessário o módulo "Vigas metálicas" ou o módulo "Lajes e vigas de fundação", respectivamente.

As vigas podem ser de directriz recta ou curva e o programa permite em ambos os casos introduzir de modo contínuo (quando se marca o ponto final de uma viga está também a marcar o ponto inicial da viga seguinte que se vai introduzir); ou de modo simples (depois de marcar o ponto final de uma viga, se desejar introduzir outra, há que voltar a marcar o ponto inicial da próxima viga).

CYPECAD. Ajuste das vigas

As faces ou o eixo das vigas pode, ajustar-se a um ponto de referência (eixos de pilares, extremos de vigas ou capturas a elementos de um ficheiro de desenho em formato DXF ou DWG). O ajuste seleccionado (faces ou eixo da viga a introduzir) pode estar deslocado com respeito aos pontos de referência.

CYPECAD também pode atribuir automaticamente um contorno de vigas a uma poligonal (aberta ou fechada) de um DXF ou DWG. É possível ajustar ao eixo ou às faces da viga à poligonal incluindo com o deslocamento dado. Outra utilidade do CYPECAD permite que o programa introduza automaticamente as vigas das lajes tendo em conta as directrizes indicadas pelo utilizador e os contornos de cada planta presentes nas máscaras de desenho de formato DXF ou DWG. Ambas utilidades pertencem ao módulo Introdução automática de obras.

O programa dispõe de ferramentas que permitem definir a interacção das vigas com os restantes elementos da estrutura. O utilizador pode articular as vigas em qualquer dos seus extremos, modificar o coeficiente de encastramento nas faces da viga, atribuir momentos mínimos, gerir a geração de pórticos (tramos de vigas consecutivos que o programa considera como um mesmo pórtico), dividir ou unir pórticos, introduzir uma viga comum a duas plantas.

Análise de resultados

Editores de vigas no CYPECAD

CYPECAD. Editor de vigas versões anteriores à 2013.e

CYPECAD dispõe de dois editores de vigas: o que existiu no CYPECAD desde versões anteriores à 2013.e e o Editor de vigas avançado que se implementou na versão 2013.e.

O editor de vigas anterior à versão 2013.e permite modificar graficamente as armaduras. É possível acrescentar, apagar, igualar, unir, dividir, e modificar os varões longitudinais, patilhas e estribos. Também podem consultar-se as áreas de armadura real e necessária e a flecha de cada tramo do pórtico.

Editor de vigas avançado dispõe de mais vantagens para a análise de dimensionamento realizado pelo CYPECAD.

A utilização de um ou outro editor de vigas depende das normas de betão e do sismo seleccionadas para o dimensionamento da estrutura (Menu Obra> Dados obra). No ponto "Normas disponíveis para o Editor de vigas avançado" pode consultar as normas que estão disponíveis para este editor. Em cada versão do programa incorporam-se mais normas para que se possa utilizar o editor de vigas avançado More info link.

Editor de vigas avançado

CYPECAD. Editor de vigas avançado

O editor de vigas avançado proporciona ao utilizador uma grande eficácia na revisão e modificação do dimensionamento das vigas de betão e metálicas, já que permite consultar uma grande quantidade de informação relativa ao pórtico seleccionado, e que se actualiza automaticamente com as alterações realizadas (separador Resultados> menu Vigas/Muros> opção Editar vigas). Trata-se do mesmo editor de vigas que utiliza o programa Vigas contínuas. Proporciona uma edição gráfica, rápida e cómoda dos elementos resistentes do pórtico (armaduras de reforço, perfis metálicos, maciços, treliças, conectores, etc.) Permite obter:

 

No ponto "Normas disponíveis para o Editor de vigas avançado" pode consultar as normas que estão disponíveis para o editor de vigas avançado de CYPECAD More info link.

Listagens justificativas de verificações E.L.U. e E.L.S. de vigas de betão (com verificação de resistência por torsão e critérios de dimensionamento ao sismo)

CYPECAD permite gerar Listagens justificativas de verificações de Estados Limite Últimos e de Serviço (E.L.U. e E.L.S.) para vigas de betão desde o editor de vigas avançado (botões Comprobaciones  E.L.U. y E.L.S. en el punto pésimo e Comprobaciones  E.L.U. y E.L.S. en un punto do editor). Nas listagens E.L.U. e E.L.S. geradas faz-se referência aos artigos da norma onde se definem estas verificações.

O editor de vigas avançado dispõe de mais prestações no CYPECAD que no programa Vigas contínuas, isto porque o CYPECAD analisa a torsão e o cálculo sísmico. No CYPECAD, as listagens E.L.U. e E.L.S. incluem as verificações de resistência por torsão em vigas de betão armado e também incorpora as verificações específicas de critérios de dimensionamento ao sismo para vigas de betão armado (incluídos os critérios de dimensionamento por capacidade).

 

CYPECAD. Listagens justificativas de verificações E.L.U. e E.L.S. de vigas de betão CYPECAD. Listagens justificativas de verificações E.L.U. e E.L.S. de vigas de betão CYPECAD. Listagens justificativas de verificações E.L.U. e E.L.S. de vigas de betão CYPECAD. Listagens justificativas de verificações E.L.U. e E.L.S. de vigas de betão

 

Listagens de E.L.U e E.L.S. de vigas metálicas

As listagens justificativas de verificações E.L.U e E.L.S, de vigas metálicas (botões Comprobaciones  E.L.U. y E.L.S. en el punto pésimo e Comprobaciones  E.L.U. y E.L.S. en un punto do editor) e a verificação da série de vigas metálicas (botão Comprobar_series do editor) obtém-se também no editor de vigas avançado. Nas obras onde não se pode utilizar o editor de vigas avançado (depende da norma seleccionada), as listagens justificativas de verificações E.L.U e E.L.S, de vigas metálicas obtém-se mediante a opção Erros de vigas do menu Vigas/Muros no separador Resultados.

CYPECAD. Editor de vigas avançado. Gráficos de áreas de armadura, necessária e efectiva

 

 

 

 

Gráficos de áreas de armadura, necessária e efectiva

O editor de vigas avançado de CYPECAD inclui a visualização dos gráficos de área necessária e da área efectiva das armaduras dispostas no pórtico editado.

 

 

CYPECAD. Editor de vigas avançado. Esquemas de dobragem das armaduras

CYPECAD. Editor de vigas avançado. Configurar a pormenorização de armaduras que se representa nos desenhos

 

 

 

Esquemas de dobragem das armaduras e configuração da pormenorização de armaduras nos desenhos dos pórticos

Os desenhos de pórticos incluem, no quadro de Pormenorização de armaduras, os esquemas de dobragem das armaduras longitudinais e transversais do pórtico (menu Arquivo> Imprimir> Desenhos da obra> seleccionar Desenho de pórticos como tipo de desenho> activar Pormenorização de armaduras na criação ou edição do desenho que se vai gerar).

Os esquemas de dobragem de armaduras também incluem no desenho de Pormenorização de pilares (menu Arquivo> Imprimir> Desenhos da obra> seleccionar Pormenorização de pilares) e nas armaduras do programa Verificação de punçoamento.

Desde o editor de vigas avançado é possível configurar a pormenorização de armaduras que se representa nos desenhos. Existem duas opções:

 

  • Pormenorização de armaduras fora do pórtico
    A pormenorização das armaduras desenha-se fora da secção longitudinal de cada pórtico.
  • Pormenorização de armaduras só na tabela
    A pormenorização das armaduras não se desenha no pórtico e só está definida no quadro ou tabela de Pormenorização de armaduras.


 

CYPECAD. Editor de vigas avançado. Aberturas horizontais e verticais em vigas de betão

 

Aberturas horizontais e verticais em vigas de betão

O Editor de vigas avançado do CYPECAD e o programa Vigas contínuas incluem a possibilidade de introduzir aberturas horizontais e verticais (rectangulares ou circulares), em vigas de betão armado.

Nas novidades da versão 2014.a dispõe de informação sobre as aberturas horizontais em vigas e nas novidades da versão 2014.b sobre as aberturas verticais (introdução, definição de armaduras, verificações E.L.U., pormenorização de armaduras em desenhos).

 

 

CYPECAD. Editor de vigas avançado. Outras opções

CYPECAD. Editor de vigas avançado. Outras opções

CYPECAD. Editor de vigas avançado. Outras opções

CYPECAD. Editor de vigas avançado. Outras opções

CYPECAD. Editor de vigas avançado. Outras opções

 

 

 

Outras opções do Editor de vigas avançado

O Editor de vigas avançado dispõe de diversas ferramentas ou opções que facilitam a edição de armaduras. De todas as utilidades referem-se as seguintes:

  • Unir armaduras de reforço montagem ou alma
    Botão Armaduras longitudinales da barra de ferramentas superior do editor de vigas.

    Para as armaduras de reforço, esta ferramenta permite unir armaduras do mesmo diâmetro sem substituir a armadura de um vão pela do outro. Para as armaduras de montagem ou de alma, o programa substitui as armaduras seleccionadas em segundo lugar pelas seleccionadas em primeiro lugar (independentemente do seu número e diâmetro).
  • Bloquear ou desbloquear a armadura do pórtico
    Esta opção está representada por um ícone situado na secção Visualização do menu lateral do editor de vigas. Este ícone possui dois aspectos gráficos. O cadeado aberto (Armadura do pórtico na edição não está bloqueada - Premir no bloquear) indica que a armadura do pórtico na edição não está bloqueada. O cadeado fechado (Armadura do pórtico na edição está bloqueada - Premir no desbloquear) indica que está bloqueada. Ao premir no ícone altera o estado de bloqueio da armadura do pórtico. O bloqueio da armadura só é efectivo para acções realizadas fora do editor. Ou seja, se a armadura do pórtico está bloqueada (Armadura do pórtico na edição está bloqueada - Premir no desbloquear) CYPECAD não poderá modificar a sua armadura embora se possa utilizar qualquer das opções para rearmar ou calcular a obra (separador Entrada de vigas> menu Calcular). Não obstante, embora a armadura do pórtico esteja bloqueada (Armadura do pórtico na edição está bloqueada - Premir no desbloquear) pode-se modificar a sua armadura desde o Editor de vigas (alterando manualmente ou utilizando o botão Rearmar Rearmar o pórtico.
  • Rearmar o pórtico
    A opção Rearmar pórtico está representada pelo botão Rearmar o pórtico situado na barra de ferramentas superior do editor de vigas. Esta opção rearma o pórtico editado com base nos esforços obtidos no último cálculo, embora a armadura do pórtico esteja bloqueada (Armadura do pórtico na edição está bloqueada - Premir no desbloquear) desde o editor de vigas. 
  • Representação da dobragem de varões
    No editor de vigas como nos desenhos de pormenorização de armaduras, as curvas dos ganchos ou patilhas das armaduras desenham-se conforme a norma seleccionada.
  • Marcas nos extremos de varões amarrados em prolongamento recto
    Se o extremo de um varão amarrado em prolongamento recto encontra-se desenhado sobre outros varões, o programa desenha uma marca, ou seja uma linha inclinada nessa posição, de forma que possa ser identificada claramente. Estas marcas representam-se no editor e nos desenhos de pormenorização de armaduras de vigas.

 

 

 

Normas disponíveis para o Editor de vigas avançado

O editor de vigas avançado do CYPECAD está disponível para as seguintes normas de betão:

 

  • ABNT NBR 6118:2007 (Brasil)
    Norma Brasileira ABNT NBR 6118 (2007). Projeto de estruturas de concreto - Procedimento.
  • ACI 318M-08 (USA)
    Building Code Requirements for Structural Concrete (ACI 318M-08).
  • BAEL 91 (R-99) (França)
    Règles techniques de conception et de calcul des ouvrages et constructions en béton armé suivant la méthode des états limites.
  • CIRSOC 201-2005 (Argentina)
    Reglamento Argentino de Estructuras de Hormigón.
  • EHE-08 (Espanha)
    Instrucción de hormigón estructural.
  • Eurocódigo 2 (UE)
    Projecto de estruturas de betão. EN 1992-1-1:2004/AC 2008
  • Eurocódigo 2 (França)
    Calcul des structures en béton. NF EN 1992-1-1 :2005/NA: Mars 2007
  • Eurocódigo 2 (Portugal)
    Projecto de estruturas de betão. NP EN 1992-1-1:2010/NA
  • Eurocódigo 2 (Roménia)
    Eurocode 2: Design of concrete structures. SR EN 1992-1-1:2004/AC
  • IS 456: 2000 (Índia)
    Indian Standard. Plain and reinforced concrete code of practice (Fourth Revision).
  • NCh 430.Of2008 (Chile)
    Norma Chilena oficial NCh430.Of2008 (Basada en ACI 318-05).
  • NSR-10 (Colômbia)
    Reglamento Colombiano de Construcción Sismo Resistente NSR-10. Título C ­ Concreto estructural.
  • NTCRC:2004 (México)
    Normas técnicas complementarias del reglamento de construcciones para el Distrito Federal.
  • NTE E.060: 2009 (Peru)
    Reglamento nacional de edificaciones. Norma E.060 Concreto Armado.
  • SP 63.13330.2012 (Rússia)
    Concrete and reinforced concrete. Construction. Updated edition SNIP 52-01-2003. Moscow 2012

Se utilizador realizar um cálculo sísmico da estrutura, o editor de vigas avançado estará disponível se as normas de betão e sismo seleccionadas forem compatíveis. Para cada uma das normas de betão indicadas, as normas de sismo compatíveis são:

  • ABNT NBR 6118:2007 (Brasil)
    • ABNT NBR 15421:2006 (Brasil)
      Projeto de estruturas resistentes a sismos - Procedimento.
    • 1997 UBC (USA)
      Uniform Building Code.
    • 2009 IBC (USA)
      International Building Code.

  • ACI 318M-08 (USA)
    • 1997 UBC (USA)
      Uniform Building Code.
    • 2009 IBC (USA)
      International Building Code.
    • 2011 PRBC (Porto Rico)
      Puerto Rico Building Code
    • ASCE 7-05 (USA)
      Minimum Design Loads for Buildings and Other Structures.
    • NBDS-2006 (Bolívia) 
      Norma Boliviana de Diseño Sísmico (2006). Título A. Análisis y diseño sismo resistente.
    • CFE93 (México)
      Manual de Diseño de Obras Civiles. Diseño por Sismo.
    • CFE 2008 (México)
      Manual de Diseño de Obras Civiles. Diseño por Sismo. Comisión Federal de Electricidad. México 2008.
    • CPE INEN 5:2001 (Equador)
      Código Ecuatoriano de la Construcción. Requisitos Generales de Diseño: Peligro Sísmico, Espectros de Diseño y Requisitos Mínimos de Cálculos para Diseño Sismo-Resistente.
    • CSCR-2010 (Costa Rica)
      Código Sísmico de Costa Rica 2010.
    • NC 46:1999 (Cuba)
      Construcciones sismo resistentes. Requisitos básicos para el diseño y construcción.
    • NEC -11 (Equador)
      Norma Ecuatoriana de la Construcción. Capítulo 2.- Peligro sísmico y requisitos de diseño.
    • NSE-10 (Guatemala)
      Normas de Seguridad Estructural de Edificaciones y Obras de Infraestructura para la República de Guatemala, edición 2010.
    • NSR-10 (Colômbia)
      Reglamento Colombiano de Construcción Sismo Resistente (2010).
    • CHOC-04 (Honduras)
      Código Hondureño de la Construcción. Normas Técnicas Complementarias. XII. Cargas y Fuerzas Estructurales. Diseño por Sismo.
    • REP-04 (Panamá)
      Reglamento para el Diseño Estructural en la República de Panamá 2004 (REP-04).
    • R-001 2011 (República Dominicana)
      Reglamento para el Análisis y Diseño Sísmico de Estructuras.
    • COVENIN 1756-1:2001 (Venezuela)
      Norma Venezolana COVENIN 1756-1:2001. Edificaciones sismorresistentes.
    • IS 1893:2002 (Índia)
      Criteria for earthquake resistant design of structures. Part 1 General Provisions and Buildings (Section 7.5)
    • IS 13920:1993 (Índia)
      Ductile detailing of reinforced concrete structures subjected to seismic forces - Code of practice 

  • BAEL 91 (R-99) (França)
    • PS 92 (França)
      Règles de Construction Parasismique - Règles PS applicables aux bâtiments – PS 92.
    • PS 92 (version révisée 2010) (França)
      Règles de Construction Parasismique - Règles PS applicables aux bâtiments – PS 92 (version révisée 2010).
    • RPA 99/v 2003 (Argélia)
      Règles Parasismiques Algériennes RPA 99 / VERSION 2003
    • RPS 2000 (Marrocos)
      Règlement de Construction Parasismique.
    • RPS 2011 (Marrocos)
      Règlement de Construction Parasismique (version révisée 2011).
    • 1997 UBC (USA)
      Uniform Building Code.
    • 2009 IBC (USA)
      International Building Code.

  • CIRSOC 201-2005 (Argentina)
    • CIRSOC 103-2008 (Argentina)
      Normas Argentinas para Construcción Sismorresistente - Proyecto de Reglamento CIRSOC 103, Parte I: Construcciones en general. Se utilizan los criterios de armado por ductilidad y criterios de diseño sísmico por capacidad del reglamento CIRSOC 103-2005 (Normas Argentinas para Construcción Sismorresistente. Parte II: Construcciones de Hormigón Armado).
    • CIRSOC 103-1991 (Argentina)
      Normas Argentinas para Construcción Sismorresistente. Reglamento CIRSOC 103 Parte I: Construcciones en general. Se utilizan los criterios de armado por ductilidad y criterios de diseño sísmico por capacidad del reglamento CIRSOC 103-2005 (Normas Argentinas para Construcción Sismorresistente. Parte II: Construcciones de Hormigón Armado).
    • 1997 UBC (USA)
      Uniform Building Code.
    • 2009 IBC (USA)
      International Building Code.

  • EHE-08 (Espanha)
    • NCSE-02 (Espanha)
      Norma de Construcción Sismorresistente. Parte general y Edificación.
    • 1997 UBC (USA)
      Uniform Building Code.
    • 2009 IBC (USA)
      International Building Code.

  • Eurocódigo 2 (UE)

    • Eurocódigo 8 (UE)
      EN 1998-1. Eurocódigo 8: Projecto de estruturas para resistência aos sismos Parte 1: Regras gerais, acções sísmicas e regras para edifícios.
    • Eurocódigo 8 (França)
      NF EN 1998-1/NA (2007) Eurocode 8: Calcul des structures pour leur résistance aux séismes Partie 1 : Règles générales, actions sismiques et règles pour les bâtiments Annexe nationale à la NF EN 1998-1:2005.1
    • Eurocódigo 8 (Portugal)
      NP EN 1998-1 (2010). Eurocódigo 8 - Projecto de estruturas para resistência aos sismos Parte 1: Regras gerais, acções sísmicas e regras para edifícios.
    • Eurocódigo 8 (Bélgica)
      NBN-ENV 1998-1-1: 2002 NAD-E/N/F Eurocode 8: Conception et dimensionnement des structures pour la résistance au séisme. Partie 1-1 : Règles générales. Actions sismiques et exigences générales pour les structures.
    • PS 92 (França)
      Règles de Construction Parasismique - Règles PS applicables aux bâtiments – PS 92.
    • PS 92 (version révisée 2010) (França)
      Règles de Construction Parasismique - Règles PS applicables aux bâtiments – PS 92 (version révisée 2010).
    • RPA 99/v 2003 (Argélia)
      Règles Parasismiques Algériennes RPA 99 / VERSION 2003
    • RPS 2000 (Marrocos)
      Règlement de Construction Parasismique.
    • RPS 2011 (Marrocos)
      Règlement de Construction Parasismique (version révisée 2011).
    • 1997 UBC (USA)
      Uniform Building Code.
    • 2009 IBC (USA)
      International Building Code.

  • Eurocódigo 2 (França)

    • Eurocódigo 8 (França)
      NF EN 1998-1/NA (2007) Eurocode 8 : Calcul des structures pour leur résistance aux séismes Partie 1 : Règles générales, actions sismiques et règles pour les bâtiments Annexe nationale à la NF EN 1998-1:2005.1
    • PS 92 (França)
      Règles de Construction Parasismique - Règles PS applicables aux bâtiments – PS 92.
    • PS 92 (version révisée 2010) (França)
      Règles de Construction Parasismique - Règles PS applicables aux bâtiments – PS 92 (version révisée 2010).
    • RPA 99/v 2003 (Argélia)
      Règles Parasismiques Algériennes RPA 99 / VERSION 2003
    • RPS 2000 (Marrocos)
      Règlement de Construction Parasismique.
    • RPS 2011 (Marrocos)
      Règlement de Construction Parasismique (version révisée 2011).
    • 1997 UBC (USA)
      Uniform Building Code.
    • 2009 IBC (USA)
      International Building Code.

  • Eurocódigo 2 (Portugal)

    • Eurocódigo 8 (Portugal)
      NP EN 1998-1 (2010). Eurocódigo 8 - Projecto de estruturas para resistência aos sismos Parte 1: Regras gerais, acções sísmicas e regras para edifícios.
    • 1997 UBC (USA)
      Uniform Building Code.
    • 2009 IBC (USA)
      International Building Code.

  • Eurocódigo 2 (Roménia)

    • Eurocódigo 8 (UE)
      EN 1998-1. Eurocode 8: Design of structures for earthquake resistance. Part 1: General rules, seismic actions and rules for buildings.
    • 1997 UBC (USA)
      Uniform Building Code
    • 2009 IBC (USA)
      International Building Code. 
      Esta norma sísmica no dispone de criterios de diseño por capacidad.

  • IS 456: 2000 (Índia)
    • IS 1893:2002 (Índia)
      Criteria for earthquake resistant design of structures. Part 1 General Provisions and Buildings (Section 7.5).
    • IS 13920:1993 (Índia)
      Ductile detailing of reinforced concrete structures subjected to seismic forces - Code of practice.
    • 1997 UBC (USA)
      Uniform Building Code.
    • 2009 IBC (USA)
      International Building Code.

  • NCh 430.Of2008 (Chile)
    • 433.Of1996 (Chile)
      Norma Chilena Oficial. Diseño Sísmico de Edificios.
    • CSCR-2010 (Costa Rica)
      Código Sísmico de Costa Rica 2010.
    • 1997 UBC (USA)
      Uniform Building Code.
    • 2009 IBC (USA)
      International Building Code.

  • NSR-10 (Colômbia - Título C ­ Concreto estructural)
    • NSR-10 (Colômbia)
      Reglamento Colombiano de Construcción Sismo Resistente (2010).
    • 1997 UBC (USA)
      Uniform Building Code.
    • 2009 IBC (USA)
      International Building Code.

  • NTCRC:2004 (México)
    • CFE 2008 (México)
      Manual de Diseño de Obras Civiles. Diseño por Sismo
    • NTC - 2004 (México)
      Normas Técnicas Complementarias para Diseño por Sismo

  • NTE E.060: 2009 (Peru)
    • Norma Técnica E.030 (Peru)
      Norma Técnica E.030 Diseño Sismorresistente. 
    • 1997 UBC (USA)
      Uniform Building Code.
    • 2009 IBC (USA)
      International Building Code.

  • SP 63.13330.2012 (Rússia)

    • СНиП II-7-81* (Rússia)
      СТРОИТЕЛЬСТВО В СЕЙСМИЧЕСКИХ РАЙОНАХ. Актуализированная редакция
      Construction in seismic regions. Updated edition

Nas próximas versões serão implementadas outras normas de betão, incluindo as suas combinações com as normas do sismo que corresponda.

Mais opções para análise de resultados

CYPECAD dispõe de ferramentas de análise de resultados, por exemplo a representação gráfica com valores numéricos das envolventes de esforços (momentos, transversos e torsores), dos esforços por acção e dos esforços por combinação desejada.

 

CYPECAD. Esforços em vigas CYPECAD. Esforços em vigas CYPECAD. Esforços em vigas CYPECAD. Esforços em vigas

 

CYPECAD. Flechas em vigas

O programa também calcula as flechas em vigas (flecha instantânea, total a prazo infinito e activa) e adverte o utilizador se alguma viga ultrapassa os limites estabelecidos no programa de acordo com a norma seleccionada. Estes limites de flecha podem ser modificados pelo utilizador.

É possível copiar armaduras entre pórticos da mesma ou de diferentes plantas, e agrupar pórticos da mesma planta antes e depois do cálculo.

O utilizador também pode bloquear as armaduras de pórticos que seleccione para não perder as modificações manuais das suas armaduras.

CYPECAD. Cores as vigas que apresentam erros CYPECAD. Erros de  vigas

Após o cálculo, CYPECAD representa com duas cores as vigas que apresentam erros. O programa classifica os erros segundo a sua importância em três grupos: importantes, leves e desprezáveis (o programa não adverte estes últimos). O utilizador pode alterar esta classificação segundo os seus critérios. O significado de cada erro explica-se através de ajudas dentro do programa.

As vigas assinaladas com erros podem seleccionar-se para que o programa informe dos problemas que possuem.

Desenhos e listagens

CYPECAD gera desenhos de pormenorização de armaduras de vigas; e listagens de esforços, armaduras, medição e etiquetas de vigas. Além disso, se as normas de betão e sismo seleccionadas permitem utilizar o editor de vigas avançado More info link, o programa também gera listagens justificativas de verificações dos Estados Limite Últimos e de Serviço (E.L.U. e E.L.S.) para vigas de betão More info link.

 

CYPECAD. CYPECAD. Desenhos de pormenorização de armaduras de vigas

Inicio Volver al inicio

CYPE em Portugal · Top - Informática, Lda.
Rua Comendador Santos da Cunha, 304, Ap. 2330 4701-904 Braga- Tel. 253 209 430 - Fax 253 209 439
Av. 5 de Outubro, 72 – 8º C - 1050 – 059 Lisboa - Tel. 21 782 68 10 - Fax 21 782 68 19
Home | Top-Informática | CYPE Ingenieros | Novidades | Produtos | Serviços |
Aviso Legal | Contacte | Sugestões | Subscrição | Noticias | Mapa Web
CYPE Ingenieros, S.A.